Participantes do V Seminário Nacional de Residência em Medicina Veterinária, realizado nos dias 22 e 23 de novembro em São Paulo (SP), conheceram em primeira mão a nova Acreditação dos Programas de Residência e Aprimoramento Profissional em Medicina Veterinária. O selo de qualidade foi lançado no primeiro dia do evento, e foi tema das apresentações do segundo e último dia do encontro. Por meio de representantes da Comissão Nacional de Residência em Medicina Veterinária (CNRMV/CFMV), os participantes do seminário puderam descobrir como vai funcionar o processo de inscrição, avaliação e aprovação dos programas de treinamento em serviço.

Paulo Henrique Braz, coordenador do Curso de Aprimoramento Profissional do Centro Universitário da Grande Dourados (Unigran), revela que seu principal objetivo no seminário foi conhecer mais sobre a Acreditação dos Programas de Residência e Aprimoramento Profissional. “O nosso curso foi aberto este ano, então estamos ainda na primeira turma. Viemos para saber mais a respeito da Acreditação do Conselho e estamos na expectativa para conseguir o credenciamento”, comentou Braz, que acredita que o selo pode ser uma boa oportunidade para dar visibilidade e credibilidade à sua instituição.

paulo-henrique-braz

Foto: Ascom/CFMV

 

Entre os temas que levantavam dúvidas dos participantes do seminário, estava o método de avaliação que será usado pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária na acreditação dos cursos. “A minha primeira impressão foi muito boa. O fato de estabelecerem critérios numéricos, muito bem definidos, torna o processo bem claro para todos que se candidatam. As resoluções em que se baseiam a Acreditação estão claras para todo mundo, então acho que isso valoriza todo o processo que o CFMV vem fazendo”, comentou Sílvia Regina Ricci Lucas, diretora do Hospital Veterinário da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (FMVZ-USP).

 

silvia-regina-ricci-lucas

Foto: Ascom/CFMV

 

Os programas de residência da USP já foram reconhecidos pelo CFMV no antigo sistema que o Conselho criou para avaliar os programas de residência, antes de os cursos serem regularizados pelo MEC. Sílvia afirma que as visitas da CNRMV à instituição eram sempre produtivas, e que ajudaram no aperfeiçoamento dos programas. “A acreditação é uma valorização a mais para esse tipo de procedimento. Sem dúvida, a gente deve buscar essa acreditação”, finalizou Sílvia.

 

Em breve

O sistema que vai permitir as inscrições dos programas deve estar disponível no início do próximo ano. “A solicitação poderá ser feita para as duas modalidades de programa, residência e aprimoramento profissional, através de uma plataforma que está em final de construção”, explicou no lançamento da Acreditação o integrante da CNRMV, Antonio José de Araújo Aguiar. “Estamos trabalhando na criação de um sistema totalmente eletrônico. A ideia é facilitar o acesso ao CFMV, o envio de informações, a anexação de documentos para que, numa segunda etapa, esse processo seja habilitado”, descreveu Antonio.

 

 

Saiba mais:

CFMV lança Acreditação dos Programas de Residência e Aprimoramento Profissional em Medicina Veterinária

Acreditação dos Programas de Residência e Aprimoramento é apresentada em seminário